Combo - Coleção Bíblica Latino-americana

Disponibilidade: Imediata

De R$ 134,73
Por:
R$ 121,26
Economize  R$ 13,47

R$ 117,62 à vista com desconto Pix - Vindi

Produtos do kit

Ver todos os produtos do kit
 
Simulador de Frete
- Calcular frete
Sinopse

Não é possível pensar em Deus sem pensar também em aliança. A palavra aliança denota, primariamente, a parceria de Deus com a sua criação, especialmente com a humanidade. Parceria entre desiguais que Deus torna semelhantes, ao adotar o ser humano como filho e filha. Este livro descreve as diferentes reflexões teológicas e experienciais do povo de Israel e das primeiras comunidades cristãs a respeito da parceria com Deus. Destaca o compromisso de Deus com seu povo e com toda a humanidade, e mostra como diferentes maneiras de compreender essa parceria direcionaram de modos distintos a vida do povo de Deus nos tempos bíblicos. Compreender a diversidade de explicações teológicas da aliança na Bíblia é um desafio para as igrejas da atualidade, para que escolham as formas de parceria que mais adequadamente manifestem o caráter de Deus revelado climaticamente em seu Filho, o Messias, Jesus, nosso Senhor.


A missão da Igreja não é realizada de forma alienada da missão de Jesus Cristo, mas, ao contrário, situa-se dentro da missão de Jesus. Nesse sentido, a missão se apresenta como a manifestação essencial do amor divino que se revela justamente ao ir ao encontro do ser humano e de sua história. No êxodo, por exemplo, o Deus incriado se revela ao se inserir no mundo criado. A mobilidade missionária de Deus surpreende porque ela é motivada pelo clamor dos escravizados e, ao se identificar com uma dor que o afeta, afasta qualquer possibilidade de se mostrar como um Deus glacial e, de forma empática, simpática e tomado de compaixão, vai ao encontro libertador dos escravizados. Deus, o primeiro missionário, vive uma mobilidade que o conduz aos porões da humanidade. O envio do Filho de Deus encarnado, confirmado como presença no envio e no mistério da ação do Espírito Santo, se situa como a suprema e plena manifestação da atividade missionária divina. É justamente na encarnação que a missão encontra a sua plenitude. Assim, é possível compreender que a missão é expressão do próprio ser de Deus no mundo concreto. Com isso, queremos dizer que a missão jamais pode ser reduzida a uma verdade abstrata, alienada do tempo ou até mesmo alienada da história. A fé abstrata em um Cristo não histórico é completamente desconhecida nas Escrituras. O mundo, o ser humano e a criação são interpelados de forma concreta e, por conta disso, é justamente na história concreta de homens e mulheres concretos que o drama da salvação se realiza. É interessante observar que as últimas palavras/ações dos sacerdotes registradas por Mateus é a de subornar os guardas para espalhar que a ressurreição havia sido uma farsa. Todavia, as últimas palavras de Jesus registradas por Mateus e em oposição aos sacerdotes foram: "Vão, portanto, e façam com que todas as nações se tornem discípulas"


Diariamente somos bombardeados por notícias sobre os graves problemas que atingem o dia a dia do o povo brasileiro ¿ educacional, social, político e econômico. Milhões de pessoas em idade escolar estão excluídas de uma formação básica profissional; em idade produtiva, mas sem empregos; em condições de miserabilidade, fome, abandono, doenças físicas e mentais; entre outras situações precárias. Um quadro que não é exclusivo da sociedade contemporânea, pois, afinal, na Bíblia encontramos, ao longo de seus livros, um quadro semelhante. No entanto, a revelação do projeto de Deus exige um compromisso da comunidade de fé; uma fé que se expresse em gestos concretos de amor solidário e que se manifeste de forma pública. Jesus deixou o exemplo a ser seguido. Seu testemunho e seu estilo de vida foram de solidariedade com as pessoas excluídas, de comprometimento com a denúncia das práticas egoístas e hipócritas, principalmente dos religiosos. Os evangelhos apresentam Jesus como alguém que vê sempre o ser humano de forma integral e que vai ao encontro de suas reais necessidades. O modelo diaconal de Jesus transformou a sociedade de sua época. A pobreza ameaça a integridade e a dignidade do ser humano, por isso, enquanto houver vulneráveis pelas estradas da vida, estaremos sempre em dívida diaconal com Deus

Ficha Técnica
Código652
CategoriaCOMBOS PROMOCIONAIS
DisponibilidadeImediata
Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
E-book
Sobre o autor

Produtos visitados