Ecumenismos e Pentecostalismos - Gedeon Freire de Alencar

Ecumenismos e Pentecostalismos - Gedeon Freire de Alencar

Marca: Editora RecriarDisponibilidade: Disponível em 1 dia útil


De R$ 49,90
Por:
R$ 44,90
Economize  R$ 5,00

ou 1x de R$ 44,90 sem Tarifa
Simulador de Frete
- Calcular frete

O ecumenismo é uma estratégia diabólica do Anticristo e o pentecostalismo é o último vomito de Satanás ou, ao contrário, o ecumenismo é a concretização do desejo de Jesus para que todos sejam um e o pentecostalismo a contemporaneidade do texto bíblico todos cheios do Espírito? Se o ecumenismo, em séculos passados, foi um projeto das Sociedades Bíblicas pela urgência da evangelização, no pós-guerra mundial é uma necessidade de curar a falência do testemunho cristão na Europa e cuidar dos feridos e pobres das guerras. Somente na guerra fria, décadas depois, é acusado de ação diabólica do anticristo. O pentecostalismo, no início do século XX, onde a cor do sangue superou a cor da pele, juntou negros e brancos, em uma singela demonstração de superação de racismo, sexíssimos e demais discriminações, sendo uma religião pppp pobres, pretos, periféricose pentecostais. Na atualidade, ambos têm novas demandas. A Conferência Mundial Pentecostal surge em 1947 e o Conselho Mundial das Igrejas em 1948, apesar da proximidade geográfica e histórica, tomam rumos distintos, mas no momento estão próximas, pois inclusive, ambas são ecumênicas. E desde 1972, existe a Comissão Internacional de Diálogo Vaticano-Pentecostal com ampla produção acadêmica, mas desconhecida no Brasil, até mesmo nos meios católicos e ecumênicos, mas já teve a participação de 162 líderes pentecostais, dos quais 29 pastores assembleianos e o atual moderador é um pastor assembleiano. Se católicos xingavam os pentecostais de bodes, e esses devolviam chamando a Igreja Católica de Prostituta do Apocalipse, agora o Papa Francisco os trata como irmãos. E em 2014, numa igreja pentecostal na Itália, pediu explicitamente perdão aos pentecostais mas, até onde eu saiba, o inverso
não aconteceu. Se no mundo católico, alguns ainda vivem na beligerância do Concílio de Trento, no mundo pentecostal, sem saber as razões históricas, muitos vivem espiritualmente fora do tempo. Mas, na atualidade, existem diversos movimentos onde católicos e pentecostais oram, estudam e vivem a vida cristã em comum, como por exemplo: o ENCRISTUS. Isso seria, então, uma articulação diabólica ou agir do Espírito? Pois se o Espirito é como vento e age como quer, poderia, inclusive, agir em pessoas/instituições onde ele não é visto, ouvido, percebido e acreditado? Nesse caso, o Espírito Santo poderia agir entre católicos e pentecostais, pois há santos até entre eles e salvos até nessas igrejas?
Você pode ser contra ou favor, mas não pode desconhecer a história de avanços e retrocessos que os ecumenismos e pentecostalismos tiveram e estão tendo ainda mais no início do século XXI. Pois nessa relação confl ituosa de beligerância, jogos de interesses legítimos ou escusos, mas também de testemunho cristão, às vezes pessoas/instituições, usando Deus e o Diabo, pousam de pescoço, mas agem como guilhotina.

Gedeon Freire de Alencar

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características



    Clique neste link para comprar o E-book:
    https://www.amazon.com.br/dp/B085H9YTGV

    Confira também