Combo: Flores que rompem raízes + Ensaio de antropologia filosófica

0 Opiniões

Não disponível

Enviar
Avise-me quando estiver disponível
Sinopse

Flores que rompem raízes - Odja Barros

Dá pra fazer teologia com um pé de manacá? 

Este é um livro de hermenêutica bíblica. É ainda uma reflexão sobre pastoral. E espiritualidade. Melhor dizer que Odja Barros quer mais do que falar sobre teologia ela quer mostrar o metabolismo da teologia fazendo-se. Este é um livro de metodologia teológica: com que materiais? com quais perguntas? com quem? e Deus fazendo-se palavra. Há pelo menos dois modos de ler este livro fruto da reflexão de doutorado de Odja: uma possibilidade é acompanhar o relato do Grupo Flor de Manacá e suas leituras da Bíblia percebendo as escolhas que vão sendo feitas, as relações entre as mulheres e a igreja que são e a igreja que querem ser.  
Outra possibilidade de leitura é a de prestar atenção de que modo Odja faz a passagem entre a experiência de vida do grupo de mulheres (momento primeiro) e o texto teológico (momento segundo). Muito da questão do método na teologia da libertação e feminista esta na passagem, na transição, na recriação da primeira (vida) na segunda (teologia): como a vida se faz teologia? 
Nancy Cardoso

 

Ensaio de antropologia filosófica - Ivone Gebara

Quando uma sociedade, palavras e crenças desabam, é preciso fazer uma ‘desinvenção’ do antigo mundo de certezas e tentar um enlace, um casamento entre a poesia e a razão. É isso que eu gostaria de inventar nesse ensaio antropológico com rasgos poéticos, como se estivesse alimentando propositadamente a minha tentação de preencher a razão com poesia, conferindo certa racionalidade ao indizível que a habita. Ambas expressam nossa vida, nossas vivências, dúvidas, amores e ódios, desejos de amor. Gostaria de amalgamar a poesia e a razão para ver se algo novo acontece, para ver se a ferrugem sai dos velhos conceitos e se torna um tema poético antiferruginoso. Queria que a velha panela do pensamento filosófico tivesse outro brilho, pudesse se tornar exclamação de agradável espanto, riso e brincadeira de incertezas. Gostaria de sair do sério da filosofia para brincar com ela e com seus taciturnos representantes. Intuo a dificuldade em mim mesma, por isso queria tentar como método de trabalho sentir e pensar o mundo ao mesmo tempo, como quando se sente uma dor e se busca explicá-la por pequenas imagens, assim como se busca o remédio para acalmá-la. Sentir a dor, o prazer e depois pensar sobre eles para entender algo desse sentimento, eis o desafio que meu filosofar quer tentar. 
Ivone Gebara

 

Ficha Técnica
código329
CategoriaCatálogo
Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
E-book
Leia um trecho
Características
Sobre o autor

Produtos visitados